Não somente chuva, até granizo …

foto 4

O mês de junho e a primeira quinzena de julho não foram meses climáticamente fantásticos para os vinhedos do Langhe, o calor ainda não se apresentou realmente e as chuvas têm sido fortes e constantes. Fizemos muitos tratamentos, quase um por semana, e mesmo assim, algumas folhas foram atacadas por mofo, mas por enquanto nada de alarmante. A situação piorou dramáticamente com seis dias de granizo, que atingiu diversas comunas da região de Barolo.

foto 2

O pós-granizo tem sido sempre um momento especial. Hoje após uma caminhada nos vinhedos deu para perceber claramente como os grãos de gelo caíram em Barolo, as vinhas voltadas para o vale foram as mais afetadas. Posso dizer que os danos em meus vinhedos variam entre 10% à 30%, ironicamente os mais afetados foram os meus mais importantes crus: a Briccolina. Infelizmente, esse é o segundo ano consecutivo que o granizo prejudica  essa vinha de Serralunga d’Alba. Eu espero que o tempo melhore nas próximas semanas, de modo à não criar infecções nos cachos, secando os ácidos nas uvas afetadas. Como sempre somos impotentes diante eventos climáticos catastróficos, só podemos intervir mais tarde e esperar que em agosto e setembro tenhamos um tempo melhor!

foto 1