Estamos mudando

IMG_8055

Ontem eu estava na sala aula Magna da Universidade de ciêncas gastronómicas de Pollenzo para assistir ao discurso de Ruggero Mazzilli, um agrônomo que há anos professa a BIO nas vinhas, de modo que criou os primeiros 3 bio-distretti na regiao do Chianti Classico. Teve o comparecimento às urnas de mais de uma centena de produtores locais, que acabaram vindo a seguir com muita atenção as palavras simples e eficaz do relator. Havia um sentimento de desejo de mudança, um silêncio e uma atenção surreal.

IMG_8062

Durante o seu discurso, eu tive uma explosão de pensamentos que se sobrepunhavam e se cruzavam uns aos outros, aqui estão alguns:

– Capinar química é grosseria

– Mas que diabo nós fizemos ao longo dos últimos 30 anos?

– Monsanto e outras grandes irmãs são maior filhos da p ….

– Estou feliz de ter mudado a minha maneira de trabalhar a vinha quatro anos atrás

– Mas então, curtiram sempre da nossa cara

– Eu estou certificando biológico mas estou ciente que não adiante a nada, vamos todos ser biológicos, porque não é a minha vinha que deve ser orgânica, mas todo o território

– O futuro é a normalidade do biológico

– Sonho do dia em que terá a primeira DOCG italiana totalmente bio: Barolo

– Todos os Langhe e Roero devem abandonar herbicidas químicos e tratamentos sistêmicos

– Nós podemos ir contra a natureza, a natureza é muito mais forte que nós

– Estamos em um ponto de viragem

– Ver produtores rir e fazer piadas sobre retalhamento selvagem não tem preço

– É uma pena que a escola vinho em qual eu estudei por 6 anos continua a capinar quimicamente, este é o que nós ensinamos aos jovens estudantes?

Após a reunião eu encontrei muitos olhares de culpa, as palavras de Ruggero tem mexido os corações e os agricultores sensibilizados para seguir mais a natureza, ao invés de ir contra. Não era um moralista, mas muito concreta: a qualidade traz renda e a qualidade se faz respeitando o território que é fazendo o biológico.

IMG_8065

A mudança está no ar, o retorno à normalidade já foi iniciada, agora cabe à nós fabricantes apressar o tempo.