A dificuldade entre as safras

foto

Muitas vezes, no último período, eu gostaria de perguntar aos fãs do Barbera d’Alba Zio Nando por que tem uma diferença tão grande entre a safra 2010 e 2009 e entre 2010 e 2011. Não estamos falando de diferença qualitativa porque vocês todos sabem a atenção que temos em nossos produtos, mas a impressão que o ano passa para o vinho é realmente importante.

A safra de 2010 lembra alguns aspectos do nebbiolo, a safra fresca ajuda a percepção de elegância e finura do vinho, penalizando automaticamente as notas de frutas e a potência, sensivelmente melhores daqui a poucos anos. Devemos admitir tambem que não estamos acostumados a beber, especialmente os Barberas dos últimos anos: 2007-2008-2009-2011 são grandes, redondos, muito frutados, o calor e maturação precoce são fatores muito óbvios.

É verdade que se compararmos dois copos de vinho de todas as safras por imagens é possível ver uma diferença flagrante, quase como se eles pertenciam a duas regiões vinícolas de diferentes latitudes. No entanto, isso é o vinho, intimamente ligado à natureza e às tendências climáticas e a padronização não é o nosso negócio, portanto, para entender o nosso maravilhoso mundo se tem que entender que nada é matemática.