O Grande Norte

Schermata 2014-02-09 a 21.58.22

6 dias, 5 cidades, 8 voos, 5 jantares, mais de 350 pessoas provaram o Barolo Rivetto. Isso resume os números da minha última viagem para a “conquista” do Grande do Norte.

IMG_7174

Noruega e Islândia foram os lugares que eu tenho fui na última semana; cidades como Bergen, Trondheim, Tromso, Reykjavik foram realmente maravilhosas. Eu quero escrever a minha experiência, a dividir com vocês para ver se vocês tem a mesma opinião. Mais a gente ia para o norte, mais as pessoas eram brincalhonas e abertas, a cultura do vinho já é boa la, mas o potencial que essas áreas consideradas pequenas tem é realmente incrível.

IMG_7127

O turismo da aurora boreal, que eu infelizmente acabei perdendo devido ao mau tempo, está crescendo ano após ano, mais e mais pessoas visitam esses lugares longe da poluição e estresse apreciando a natureza selvagem e o silêncio.

IMG_7235

A Noruega tem um vínculo único e bem particolar com o Piemonte, é uma das regiões italianas mais populares e mais visitadas pelos amantes de vinho, ajudando por um poder aquisitivo médio alto e um grande amor pelo vinho de alta qualidade, eles são especialmente fascinados pela finesse de Barolo.

IMG_7139

Muitos fabricantes já estão no presentes no mercado, mas acredito que, apesar de haver apenas quatro milhões de pessoas e um monopólio do álcool do estado, ainda há muito que se desenvolver, especialmente indo em direção ao norte.

IMG_7249

As combinações com os meus vinhos foram fantásticas, fiquei espantado com a incrível qualidade da comida, carne de carneiro, de rena, de bovinos criados em estado selvagem foram requintados, e para não esquecer de mencionar o peixe, um frescor e uma autenticidade que me deixou com a boca aberta.

IMG_7308

Eu pude apreçar vários tipos de bacalhau do Mar do Norte, caranguejos, lagostas, únicos nos sabores, onde o Langhe Nascetta tem-se realmente encontrado em seu habitat natural. Outro aspecto que dá esperança e felicidade são os jovens no norte que estão muito interessados e felizes de ouvir pessoas que sempre viveram ao lado de vinhas. Em Trondheim jantei com três meninos menores de 25 anos responsáveis pela elaboração das listas de vinhos de restaurantes de classe no norte da Noruega.

IMG_7080

Durante as varias degustacões que eu fiz, eu admito que fiquei impressionado, quase comovido com o fato de que alguns jovens sommeliers tinham saido de partes interiores norueguesas, enfrentando umas três horas de carro no gelo, só para me encontrar, me ouvir falar e saborear o Barolo.

IMG_6996

Eu me senti investido por um grande sentimento de responsabilidade e acabou colocaando mais combustível no motor do meu entusiasmo. Sobre a gasolina … para vocês entenderem a inteligência e o grau de civilização desse povo, eu vos do essa informação, a Noruega é o sétimo maior produtor de petróleo e gás no mundo, mais de 70% da energia é produzida a partir de hidrelétricas instaladas nos fiordes. Eu poderia tambem vos dar mais dez exemplos que em comparação com a nosso Itália medieval de hoje me depremiriam ainda mais.

IMG_7151

O outro país curioso pequeno mas que tem um grande potencial de crescimento para o vinho é a Islândia. Pouco povoado, mas rico, a posição geográfica deixaria pensar que é um lugar isolado e obsoleto, em vez respira um ar de internacionalidade e abertura extraordinária.

IMG_7119

Quando se são apresentados 38 pessoas, sommeliers e amantes do vinho, na sala de degustação no Hotel 101 para provar os meus vinhos, eu tive um flash que durou alguns segundos que não tinham nada a ver com o que eu estava fazendo, mas vendo 38 homens altos, o dobro da minha altura e / ou largura, eu me perguntava como diabo os romanos 2000 anos atrás fizeram para derrotar e subjugar a Europa toda. A resposta é simples: com a organização.

Os vinhos mais apreciado na Islândia? Langhe Nebbiolo 2010, Barbaresco 2010, Barolo Serralunga 2009 e Barolo Briccolina de 2008.

IMG_7027

Uma viagem que me fez pensar muito, que me deu muita satisfação não somente em termos de vendas, mas especialmente com o fator humano, são pessoas curiosas e agradecidas de ter uma profissão complicada e fascinante, gente joven e respeitosa, humilde na aprendizagem, elementos que muitas vezes falta em nós por lá no sul.

Schermata 2014-02-09 a 22.03.28